Sexta, 21 de Janeiro de 2022 16:36
99 99999-9999
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Comissão aprova obrigatoriedade de responsável técnico em empresa que comercialize animal vivo

Gustavo Sales/Câmara dos Deputados Deputado Paulo Bengtson, relator do projeto de lei A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável d...

02/12/2021 12h30
37
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Deputado Paulo Bengtson, relator do projeto de lei - (Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados)
Deputado Paulo Bengtson, relator do projeto de lei - (Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados)

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados aprovou proposta que torna obrigatória a contratação de responsável técnico por estabelecimentos onde estejam animais vivos ou sejam comercializados medicamentos veterinários com retenção de receita.

O texto aprovado é o substitutivo do relator, deputado Paulo Bengtson (PTB-PA), ao Projeto de Lei 8407/17, do deputado Roberto de Lucena (Pode-SP). Segundo o relator, os ajustes feitos pretendem “evitar a criação de obrigações legais e financeiras que pudessem inviabilizar a atividade de pequenas empresas, como petshops e mercadinhos”.

Enquanto o texto original obrigava as empresas que comercializem animais vivos a manter um veterinário como responsável técnico do local, o substitutivo, a fim de resolver eventuais conflitos com áreas correlatas, como biologia e zootecnia, abre a possiblidade para que profissionais dessas áreas também assumam a responsabilidade técnica por estabelecimentos que vendam animais vivos.

No caso da venda de medicamentos veterinários com retenção de receita, no entanto, a responsabilidade técnica, segundo o substitutivo, será privativa de médicos-veterinários.

Por fim, o substitutivo inclui a previsão de multa em caso de descumprimento da obrigação de homologar a anotação de responsabilidade técnica quando essa for obrigatória, independentemente de outras sanções legais.

A proposta altera a Lei 5.517/68, que regulamenta o exercício da profissão de médico-veterinário e cria os conselhos Federal e regionais de medicina veterinária.

Tramitação
O projeto será ainda analisado, em caráter conclusivo, pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.