Sexta, 21 de Janeiro de 2022 15:49
99 99999-9999
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Câmara aprova projeto que pune adulteração de chassi ou placa de reboques; acompanhe

Paulo Sergio/Câmara dos Deputados Sessão virtual do Plenário da Câmara O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 5385/19, que e...

02/12/2021 10h50
31
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Sessão virtual do Plenário da Câmara - (Foto: Paulo Sergio/Câmara dos Deputados)
Sessão virtual do Plenário da Câmara - (Foto: Paulo Sergio/Câmara dos Deputados)

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 5385/19, que estende a pena por remarcação ou adulteração do número de chassi de veículos aos casos de mudanças em reboques e semirreboques. A matéria vai agora ao Senado.

De autoria do deputado Paulo Ganime (Novo-RJ), a pena de reclusão de 3 a 6 anos será aplicada àquele que estiver envolvido com veículos, reboques e semirreboques com placa de identificação ou qualquer sinal identificador adulterado ou remarcado.

O relator, deputado Hugo Leal (PSD-RJ), deu parecer favorável à medida, na forma de um substitutivo. Segundo o texto aprovado, será enquadrado na mesma pena quem lidar com equipamentos de adulteração ou falsificação de chassi ou monobloco ou placa sem possuir autorização para realizar o serviço.

O projeto fixava para esse crime pena de reclusão de 4 a 8 anos, mas o relator reservou a pena maior para quem praticar as condutas de negociar carros e reboques adulterados ou equipamentos de adulteração no exercício de atividade comercial ou industrial.

Necessidade
Leal destacou a importância da proposta. “A legislação penal não alcança a conduta de quem adultera veículos não categorizados como automotores, o que acaba por fomentar a indústria do crime voltado para a comercialização de objetos provenientes do crime”, disse.

Ele afirmou que a ausência de tipificação penal tem feito com que a justiça decida pelo trancamento de ações relacionadas à adulteração de reboques e monoblocos.

Assista à sessão ao vivo

Mais informações em instantes

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.