Segunda, 16 de Maio de 2022 15:22
(65) 99601-1193
Geral Mato Grosso

Filme aborda experiências e memórias de imigrantes que vivem em Cuiabá e Lisboa

O curta ‘Intersecção – A História de Quem Migra’ será lançado no dia 25 de janeiro, às 19h, no Cine Teatro Cuiabá

21/01/2022 16h55
15
Por: Redação Fonte: Secom Mato Grosso
Ousseynou Dieye Uzak (Senegal) - Foto por: Divulgação
Ousseynou Dieye Uzak (Senegal) - Foto por: Divulgação

Selecionado no Edital MT Nascentes, da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), o curta "Intersecção – A História de Quem Migra" traz a perspectiva de imigrantes negros sobre a experiência da imigração. Com relatos de pessoas que vivem em Cuiabá e Lisboa, o filme apresenta a adaptação ao novo ambiente, as relações afetivas e de trabalho, a luta pelos direitos humanos e por cidadania. O lançamento será na próxima terça-feira (25.01), às 19h, no Cine Teatro Cuiabá.

“Mais do que a intersecção entre os contextos de imigrantes em locais diferentes, o projeto mostra as convergências entre cultura e a sensibilização do público quanto ao direito à cidadania de todos os povos. É mais uma iniciativa da qual temos satisfação em apoiar e dar visibilidade por meio de nossos editais”, destaca o secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado.

O projeto começou a ser idealizado em 2017, quando o diretor Rodrigo Zaiden realizou um intercâmbio em Lisboa, Portugal. No país, experimentou as contradições que a imigração traz. De um lado, a exclusão por ser brasileiro e negro. De outro, o afeto e a confiança entre as pessoas pretas, principalmente dos Países Africanos de Língua Portuguesa.

“Percebi que, apesar da diversidade de origem das pessoas, todas passavam pelas mesmas situações da imigração, principalmente, por estarmos no país que colonizou os nossos países. Daí que surgiu a ideia de registrar esses diálogos, para que pudéssemos expressar nossas reflexões sobre temas que nos circundavam, mas também a milhões de pessoas, por questões sociais, ambientais ou raciais”, pondera Zaiden.

A ideia era apresentar a perspectiva dos imigrantes em Lisboa. Mas voltando ao Brasil, em 2019, o diretor percebeu que os problemas se repetiam com os imigrantes daqui, principalmente entre os que chegavam do Haiti, Moçambique, Venezuela. Assim, surgiram as histórias de Lígia, Marvinda e Ka Codé, em Lisboa. E de Lídia, Uzak e Silvina, de Cuiabá. O filme foi produzido com recursos da Lei Aldir Blanc, por meio do Edital MT Nascentes, e as gravações finais foram feitas em 2021, nas duas cidades.

Serviço:

Lançamento do filme ‘Intersecção – A História de Quem Migra’

Data: 25.01, às 19h

Local: Cine Teatro Cuiabá

Mais informações: [email protected]

(Com informações da assessoria)

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.